Senado Federal

Aprovada criação do Dia Nacional da Música e Viola Caipira

O dia 13 de julho pode se tornar o Dia Nacional da Música e Viola Caipira. A Comissão de Educação (CE) aprovou, nesta segunda-feira (23), o Projeto...

23/08/2021 20h47Atualizado há 4 semanas
Por: Redação
Fonte: Agência Senado
145
Waldemir Barreto/Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado

O dia 13 de julho pode se tornar o Dia Nacional da Música e Viola Caipira. A Comissão de Educação (CE) aprovou, nesta segunda-feira (23), o Projeto de Lei (PL) 399/2019, do deputado João Daniel (PT-SE), que cria a data comemorativa. O relator da proposta, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), deu voto favorável à homenagem desse gênero musical tipicamente brasileiro.

A escolha do dia 13 de julho é uma homenagem ao nascimento de Cornélio Pires, jornalista, escritor, folclorista e importante etnógrafo da cultura caipira e do dialeto caipira. Foi por seu esforço que, em 1928, as primeiras gravações dos genuínos caipiras foram transformadas em discos.

— A música caipira é genuinamente brasileira e mostra toda a riqueza da diversidade cultural nacional e regional. A viola caipira é o símbolo dessa tradição que mantém raízes profundas na cultura brasileira. Como bem argumenta o autor da proposta, deputado João Daniel, o gênero musical possui grande valor para a preservação da memória popular do interior do país, uma vez que suas letras são o registro histórico e artístico da vida do homem do campo e de sua relação com a natureza — afirmou Izalci.

A senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) sugeriu incluir os repentistas na proposição, mas os senadores concluíram que a música caipira estava mais relacionada ao sertanejo enquanto o repentista é uma tradição do Nordeste. A senadora decidiu analisar a possibilidade de apresentar um outro projeto tratando do tema.

— Tudo faz crer que são coisas distintas: a música caipira e o repente nordestino, que é cantado, que tem a disputa. Então, gente aprova esse projeto assim como está e a senadora Daniella apresenta outro. Talvez seja o caminho mais prático — sugeriu o presidente da CE, senador Marcelo Castro (MDB-PI).

A proposta agora segue para votação no Plenário do Senado. 

Ele1 - Criar site de notícias