Salvador

Paulo Magalhães diz que prorrogação do auxílio a trabalhadores da cultura é questão de justiça

Projeto garante renda mínima e alimentação para os trabalhadores informais do setor cultural

24/08/2021 15h44
Por: Redação
Fonte: ascom
137

O líder do governo na Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Magalhães Jr. (DEM), destacou a votação realizada no plenário da Casa Legislativa, na tarde desta terça-feira (24). Dentre outros projetos, os edis aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei 266/2021, que estende o auxílio emergencial, advento da Lei Aldir Blanc, a trabalhadores da cultura e prorroga o prazo de utilização de recursos remanescentes para medidas emergenciais destinadas ao setor cultural. “É uma questão de justiça. A aprovação dessa matéria assegura p financiamento das produções artísticas desses profissionais que tiveram suas atividades suspensas logo que foi reconhecido o estado de emergência em saúde pública, e serão os últimos a terem as ações retomadas”, afirmou.

Magalhães ressaltou a necessidade de promover atos de apoio à classe, além da cautela para evitar nova onda de contágio da Covid-19. “Estamos vivendo um novo momento, mas precisamos manter a guarda levantada. No cenário atual ainda é patente a obrigação de termos prudência. Por isso, temos o dever de amparar aqueles que sofreram os maiores impactos decorrentes da pandemia do coronavírus. A aprovação do projeto garante renda mínima e alimentação para os trabalhadores informais do setor cultural da capital baiana”, finalizou.

Ele1 - Criar site de notícias